Seguidores

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Incompativel Essência


Que as nuvens negras sejam dissipadas,
Que venha o sol iluminando o dia,
Que o acinzelado céu volte a ser azul
Bordado com novelos de neve branquinha
Simbolizando a Paz.

É preciso uma benfazeja ventania
De uma noite chuvosa e ventos uivantes
realizando varredura, lavando minh’alma
que deseja caminhar livre e leve.
Quero toda leveza possível.

Quero um amanhecer radiante
Mostrando o esboço  d’ uma nova estrada
Onde eu não encontre vestígios
D'alguma essência antagônica à minha.
dinapoetisadapaz

7 comentários:

  1. Saber caminhar, percorrer os caminhos da vida e de preferência sem antagonismos...Linda poesia! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Que sejam dissipadas essas nuvens tão escurecidas.
    Bela poesia Diná.
    bjs-Carmen Lúcia

    ResponderExcluir
  3. E todos precisamos, e muito, de "benfazejas ventanias"...
    Magnífico poema, gostei muito.
    Bom fim de semana, amiga Diná.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Que venham e permaneçam em nós as nuvens com bons presságios!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Está lindo o poema. Sim, que a essência esteja sempre do lado da luz!

    ResponderExcluir
  6. Maravilhoso querida amiga ,muitos beijinhos no coração

    ResponderExcluir
  7. Poema lindo! Que as nuvens escuras passem longe de nossa existência. Abraços carinhosos, Lúcia!

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões ,sua visita será retribuída com carinho.

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!